Ao longo desses 12 anos de existência e resistência em um cenário musical que conta ainda com poucos grupos formados por pessoas com deficiência, o grupo conta muitas apresentações em sua trajetória musical inclusiva e já realizou apresentações e concertos didáticos em centenas de cidades de 15 estados do país, entre elas: Recife, João Pessoa, Salvador, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro. E foi no Rio de Janeiro a maior de todas (até agora) que foi participar da Festa de Encerramento dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016, que rendeu um convite para tocar nas Paraolimpíadas de Tóquio em 2020, mas infelizmente a pandemia do Covid-19 adiou essa apresentação. Recentemente, o grupo tem investido na formação pedagógica dos seus integrantes e já conta com educadores surdos aptos a despertar a musicalidade de outros jovens surdos, então, além de Batuqueiros do Silêncio, agora também existem os Educadores do Silêncio espalhando a MusiLibras por todo Brasil.

Batuqueiros do Silêncio: Anderson Andrade, Caio Amaral, Adésio Porto, Gabriel Serra
Alfaias: Karina Guimarães, Giselle Alves
Efeitos músicos convidados: Ras Batman
Regência e Percussão: Antonio Lisboa
Percussão: Edvaldo Morais.

Pular para o conteúdo