A Cia. Fluctissonante é um coletivo curitibano formado por artistas surdos e ouvintes que se dedicam à criação cênica contemporânea e bilíngue (Libras e Português). Seus projetos unem os públicos surdos e ouvinte nas plateias. Ao longo de sua trajetória produziu espetáculos para adultos como ‘Giacomo Joyce’ (2017) e ‘\TODAS/’ (2018) e também para a infância, como ‘Enquanto a Chuva Cai’ (2016) e ‘Conto Com Libras’ (2018). Em 2021, estreou sua quinta montagem, ‘Elevador’, com direção da artista convidada Georgette Fadel. Em 2020, passou também a desenvolver projetos digitais como a websérie ‘Mulheres – Sinais de Suas Escritas’ e a versão online do espetáculo ‘Conto Com Libras’, além do show-cênico-musical ‘Origami – Músicas Para Ver e Ouvir’. Assim, a companhia consolidou-se precursora nacional na criação em arte acessível, destacando-se justamente pela união das duas línguas oficiais do Brasil dentro da cena.

Dramaturgismo e Direção: Nautilio Portela Direção de Movimento: Katia Drumond Tradução para Libras: Taepé Libras e Cultura Supervisão de Libras: Catharine Moreira, Talita Grunhagen e Peterson Simões Trilha Sonora Original e Operação de Som: Chico Paes Cenografia: Katia Horn Figurinos: Ricardo Garanhani Iluminação: Lucas Amado Direção de Produção: Igor Augustho Produção Executiva: Diego Marchioro Assistente de Produção: Juliana Caimi Costureira: Rose Matias Cenotécnico: Fabiano Hoffmann Operação de Luz: Eduardo Neto Registro Fotográfico: Elenize Dezgeniski Realização e Criação: Cia Fluctissonante Realização e Produção: Pomeiro Gestão Cultural

Pular para o conteúdo